Bridget Jones é uma paródia travestida de inspiração

A primeira vez que li as peripécias de Bridget eu estava longe de chegar aos meus trinta anos e ainda não tinha lido Orgulho e Preconceito de Jane Austen, obra que a autora de O Diário de Bridget Jones, a escritora inglesa Helen Fielding, diz ter adaptado em seu romance. A leitura na época foi…

Continue lendo
Nenhum comentário